POSSIBILIDADE DE PAGAMENTO EM 12 PRESTAÇÕES DE DÍVIDAS DE IRS E IRC

A Proposta de Lei para o Orçamento do Estado de 2016, em discussão na Assembleia da República, prevê alterações ao regulamento da cobrança e dos reembolsos. 

Na proposta de Orçamento do Estado para 2016, estabelece-se que as dívidas de imposto sobre o rendimento das pessoas singulares (IRS) e de imposto sobre o rendimento das pessoas coletivas (IRC) de valor inferior, respetivamente, a € 5.000 e € 10.000 podem ser pagas em prestações antes da instauração do processo executivo, com isenção de garantia, desde que o requerente não seja devedor de quaisquer tributos administrados pela Autoridade Tributária e Aduaneira. 

Deferido o pedido de pagamento em prestações no âmbito do regime estabelecido pelo regulamento da cobrança e dos reembolsos, o total do imposto é dividido pelo número de prestações mensais e iguais, constantes da seguinte tabela, acrescendo à primeira as frações resultantes do arredondamento de todas elas:


Valor da Dívida IRS (€)
Número de Prestações
Valor da Dívida IRC (€)
204
350
2
408
700
351
500
3
701
1000
501
650
4
1001
1300
651
800
5
1301
1600
801
950
6
1601
1900
951
1100
7
1901
2 200
1101
1250
8
2201
2500
1251
1400
9
2501
2800
1401
1550
10
2801
3100
1551
1700
11
3101
3400
1701
5000
12
3401
10000

MENSAGENS MAIS LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

ATUALIZAÇÃO DAS RENDAS PARA 2022

TRIBUNAL CONSTITUCIONAL DECLARA INCONSTITUCIONALIDADE DO DIREITO DE PREFERÊNCIA DOS INQUILINOS RELATIVO A PARTES DE PRÉDIOS NÃO CONSTITUÍDOS EM PH

ALTERADO O REGIME DA PROPRIEDADE HORIZONTAL

TRABALHADORES INDEPENDENTES: ENTREGA DO ANEXO SS DA DECLARAÇÃO MODELO 3 DO IRS

NOVOS VALORES DO ABONO DE FAMÍLIA, DO ABONO PRÉ-NATAL E RESPETIVAS MAJORAÇÕES

DÍVIDAS DE IRS E IRC ATÉ 5.000 E 10.000 € PODEM SER PAGAS EM PRESTAÇÕES