CRÉDITO À HABITAÇÃO REGISTA FORTE RECUPERAÇÃO

O Banco de Portugal divulgou hoje o Relatório de Acompanhamento dos Mercados Bancários de Retalho 2015. 

No referido relatório pode ler-se que, no que diz respeito ao crédito à habitação, o número de novos contratos e o montante de crédito concedido aumentaram em 2015, respetivamente, 51% e 65% em relação a 2014. O montante médio dos novos contratos também aumentou (9,2%), bem como o prazo médio contratado. 

Cerca de 89,5% dos contratos foram celebrados com taxa de juro variável (88,8% em 2014); a Euribor a seis meses continuou a ser o indexante mais utilizado (59,3% dos contratos). O spread médio dos contratos situou-se em 2,31 pontos percentuais, menos 0,67 pontos percentuais do que em 2014. 

O número e o montante de reembolsos antecipados aumentaram, respetivamente, 1,8% e 31,5% em relação ao ano anterior. O número de renegociações de contratos decresceu 18,6%.

MENSAGENS MAIS LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

ATUALIZAÇÃO DAS RENDAS PARA 2022

TRIBUNAL CONSTITUCIONAL DECLARA INCONSTITUCIONALIDADE DO DIREITO DE PREFERÊNCIA DOS INQUILINOS RELATIVO A PARTES DE PRÉDIOS NÃO CONSTITUÍDOS EM PH

ALTERADO O REGIME DA PROPRIEDADE HORIZONTAL

TRABALHADORES INDEPENDENTES: ENTREGA DO ANEXO SS DA DECLARAÇÃO MODELO 3 DO IRS

ENTRARAM EM VIGOR ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DA INSOLVÊNCIA

NOVOS VALORES DO ABONO DE FAMÍLIA, DO ABONO PRÉ-NATAL E RESPETIVAS MAJORAÇÕES

ALTERAÇÕES EM MATÉRIA DE ARRENDAMENTO URBANO